COMUNICADO AO BASTONÁRIO DA ORDEM DOS ADVOGADOS


Faro, 4 de Maio de 2021


Ao cuidado do Exm.º Bastonário da Ordem dos Advogados, Dr Luís Menezes Leitão
Com conhecimento a Fernando Ulrich, Isabel dos Santos e à GPA Advogados, Law Firm


Considerando a manifesta e pública “preocupação” de V. Exª com o grave problema dos “Direitos Humanos” que assola a sociedade civil portuguesa, venho relembrar-vos de que deveríeis, então, preocupar-vos também com aquilo que se passa no seio da própria Ordem dos Advogados, e observar atentamente um “caso”, certamente entre muitos, que actualmente se encontra “em análise”, no Conselho de Deontologia de Lisboa da Ordem dos Advogados, depois de duas tentativas de arquivamento [Processo N.º 781/2019-L/AL-1ª Secção].

Assim, aproveito a “deixa” para vos acusar, directa e publicamente, de permitir que “alguns” advogados, de formação cívica duvidosa, violem o Artigo 12º da DUDH, de forma gratuita e arbitrária, na sombra da “regularidade processual” que lhes permite o “processo executivo simplex”, sustentado pelo Estado.

Para esclarecer este assunto convido V. Exª à leitura atenta do artigo https://obancoeabolha.com/artigo12dudh/

… / O famigerado banqueiro Fernando Ultrich, que pagou a V. Exª para me acusar sem provas nem fundamentos e difamar o meu bom nome, no âmbito da “regularidade processual simplex”, é um covarde e um corruptor de elevado status. O quanto ele e a sua partner Isabel dos Santos vos pagaram, deve ter sido suficiente para que V. Ex.ª não se importasse de assumir o papel de mercenária, colocando em causa os estatutos da própria Ordem dos Advogados: — de forma deliberada V. Exª forneceu informação que induziu o Meritíssimo Juiz em erro, ao emitir despacho favorável às pretensões do banqueiro. … /

Para a sua compreensão plena, V. Exª deve ter presente a seguinte premissa:

Não se pode esperar ou pedir às vítimas das Crises Financeiras, Sociais e Políticas, causadas pela BANCA e por políticos promíscuos, que vejam diminuídos os seus direitos fundamentais, em especial, o direito à honra, à dignidade, à imagem e à integridade moral.
Direitos inalienáveis e que a Constituição da República lhes reconhece e a Declaração Universal de Direitos Humanos defende
”.


Será, pois, caso para vos informar claramente de que da parte do Arquitecto Urbanista, o bandido que causa elevados prejuízos a poderosas instituições financeiras, a disponibilidade para resolver este “problema” é total, e intemporal:
http://www.cidadaocomum.com/
https://obancoeabolha.com/

Álvaro de Mendonça,
O Bandido, Arquitecto Urbanista do processo executivo simplex

Uma opinião sobre “COMUNICADO AO BASTONÁRIO DA ORDEM DOS ADVOGADOS”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.