COMUNICADO AO BASTONÁRIO DA ORDEM DOS ADVOGADOS

Faro, 4 de Maio de 2021 Ao cuidado do Exm.º Bastonário da Ordem dos Advogados, Dr Luís Menezes LeitãoCom conhecimento a Fernando Ulrich, Isabel dos Santos e à GPA Advogados, Law Firm Considerando a manifesta e pública “preocupação” de V. Exª com o grave problema dos “Direitos Humanos” que assola a sociedade civil portuguesa, venho… Continue lendo COMUNICADO AO BASTONÁRIO DA ORDEM DOS ADVOGADOS

COMUNICADO

Ao Conselho de Deontologia de Lisboa da Ordem dos AdvogadosCom conhecimento ao banqueiro Fernando Ulrich, à investidora Isabel dos Santos e à Team GPA Advogados Law Firm Faz hoje sete anos que fui acusado em Tribunal de ter causado sérios e graves prejuízos ao Banco BPI S.A.. Fui ainda acusado de actuar com dolo e… Continue lendo COMUNICADO

O PROCESSO EXECUTIVO SIMPLEX made in África

Tendes as costas largas, como todos os portugueses sabem, e os mercenários que vós sustentais também. Pensáveis que ainda estávamos em África, com a vossa Team? Não tendes vergonha que o bandido mostre publicamente a vossa prepotência ignóbil, para todos saberem o que sois?

ACUSAÇÃO PÚBLICA

Como actualmente é imprevisível o que acontece na Justiça e nos Tribunais em Portugal, e porque estes advogados de elevado gabarito têm as costas mui largas, o Cidadão vai também acusá-los na Praça Pública. Para que tenham, de facto, vergonha na Tromba.

ACERCA DO CORRUPTO

Apesar das múltiplas tentativas a chamar a atenção dos responsáveis do Banco BPI S.A. e do Tribunal de Almada acerca do ataque à cidadania perpetrado por esta EQUIPA, a SOLDO DO BANQUEIRO, todos fizeram ouvidos moucos e assobiaram para o lado. O rol inepto de falsas acusações e a difamação do bom nome do cidadão de forma leviana e gratuita, que mereceu DESPACHO FAVORÁVEL de um Meritíssimo Juiz de Direito, são um indício claro de que estamos perante um ACTO DE CORRUPÇÃO.

A FALHA do SAQUE

Dedicado ao Banqueiro mais bem pago de Portugal e sua advogada mercenária.
UM SAQUE que teria pago umas belas jantaradas, à custa da desgraça alheia.

O BANCO E A BOLHA

Dedicado ao Banqueiro mais bem pago de Portugal e à sua advogada mercenária

Teria pago umas belas jantaradas, à custa da desgraça alheia.
Eis como funciona o brutal saque “legal e transparente”, do processo executivo simplex.

  • Abstract

    Depois de ter adquirido através de um sucateiro do Barreiro um duplex de 270m2 na Freguesia da Caparica por metade do seu valor de mercado, e de o ter vendido com lucro expressivo, o “exequente” não estava satisfeito. Queria mais. Queria ser completamente ressarcido dos “seus prejuízos”.
    A Advogada Carla Braguez e a Agente de execução Alexandra Gomes trataram do assunto.
    Primeiro a agente de execução Alexandra Gomes apresentou o sucateiro “proposto pelo exequente” como uma “Agência de Vendas”. O que era treta… pois o Sr Amílcar, ou seja a “Agroleilões Lda, onde os leilões acontecem“, é afinal um conhecido aldrabão, que já tinha problemas à época…

View original post mais 880 palavras

A FALHA do SAQUE

Banco BPI S.A. já estava a ser vigiado pelo BCE, enquanto fazia as suas omeletes com a Mulher mais rica de África. Por isso é que contratara, provavelmente a pedido da própria Isabel dos Santos, que já se sentava ma mesa da Administração da velha SPI, uma equipa de advogados de alto gabarito para "defender os seus interesses financeiros".