O PROCESSO EXECUTIVO SIMPLEX made in África

Tendes as costas largas, como todos os portugueses sabem, e os mercenários que vós sustentais também. Pensáveis que ainda estávamos em África, com a vossa Team? Não tendes vergonha que o bandido mostre publicamente a vossa prepotência ignóbil, para todos saberem o que sois?

ACUSAÇÃO PÚBLICA

Como actualmente é imprevisível o que acontece na Justiça e nos Tribunais em Portugal, e porque estes advogados de elevado gabarito têm as costas mui largas, o Cidadão vai também acusá-los na Praça Pública. Para que tenham, de facto, vergonha na Tromba.

ACERCA DO CORRUPTO

Apesar das múltiplas tentativas a chamar a atenção dos responsáveis do Banco BPI S.A. e do Tribunal de Almada acerca do ataque à cidadania perpetrado por esta EQUIPA, a SOLDO DO BANQUEIRO, todos fizeram ouvidos moucos e assobiaram para o lado. O rol inepto de falsas acusações e a difamação do bom nome do cidadão de forma leviana e gratuita, que mereceu DESPACHO FAVORÁVEL de um Meritíssimo Juiz de Direito, são um indício claro de que estamos perante um ACTO DE CORRUPÇÃO.

A FALHA do SAQUE

Banco BPI S.A. já estava a ser vigiado pelo BCE, enquanto fazia as suas omeletes com a Mulher mais rica de África. Por isso é que contratara, provavelmente a pedido da própria Isabel dos Santos, que já se sentava ma mesa da Administração da velha SPI, uma equipa de advogados de alto gabarito para "defender os seus interesses financeiros".

Nota de Imprensa

Independentemente do parecer que vier a ser exarado pelo Pleno do Conselho de Deontologia da Ordem dos Advogados, o assunto em si não pode ficar restrito a eventuais sanções disciplinares, conquanto é um exemplo nefasto e doentio daquilo que não deveria de acontecer num Estado de Direito, e por isso merece uma denúncia continua e alargada à Sociedade Civil Portuguesa.